/

lyrics

PORTUGUESE:

Árido Homem

Vaga só, como um grão, no árido infinito.

Nada fala, só grunhe sons de inquietação ou rendição.

Morre só na sequidão do infortúnio taciturno.

Consumado, o olhar opaco, a carne em sangue, vã errância...

Andar pesado.
Degradado, roubaram sua humanidade.
Insurgiu contra toda autoridade.

Do inculto horizonte: inquietação. Homem só.
Do flagelo da aspereza: resignação. Homem só.

ENGLISH:

Arid Man

He wanders alone, just like grain over endless barren lands.
He barely talks, only shrieks, sounds of his unrest or surrender.
He dies alone amidst the drought of sullen misfortune
Exhausted, eyes clouded, flesh in blood. Wandering in vain…
Heavy steps….
Degraded… his humanity stolen
Insurgent… against all authority.

From the arid horizon: restlessness. A lone man.
From the scourge of the barren: resignation. A lone man.

credits

tags

license

all rights reserved